P.A.M. – Património, Artes e Museus

Início » homenagem

Category Archives: homenagem

Obrigado !!

Postal dos CTT assinala 30 anos de Évora Património Mundial

Via

postal_ctt_30_evora_unesco

inteiro-postal que assinala os 30 anos da atribuição a Évora da classificação de Património da Humanidade

Os CTT escolheram o desenho ‘Janela Manuelina da Casa Garcia de Resende’, da pintora portuguesa Maluda (1934-1999), para ilustrar o postal que assinala os trinta anos de Évora Património Mundial UNESCO (desde 1986).

Esta pintura já tinha sido reproduzida, em 1988, no bloco de um selo de 150 escudos, dedicado à Lubrapex-88 e, há 30 anos, para assinalar a elevação de Évora a Património Mundial pela Unesco. Em 1989 valeu aos Correios de Portugal o Prémio Mundial para Melhor Selo atribuído pela World Government Stamp Printers Conference, em Périgaud, França.

Além da janela manuelina da Casa Garcia de Resende, o desenho mostra a fonte renascentista, construída há mais de 500 anos, do Largo da Porta de Moura. Feito de mármore branco, o chafariz foi inaugurado em 1556 e era abastecido pelo Aqueduto da Água de Prata. O inteiro-postal tem porte pago para o correio doméstico, enquanto o selo apresenta, do lado esquerdo, o logo ‘30 anos – Évora Património Mundial’. A presente edição é de quatro mil exemplares.

Gérald Bloncourt, recebeu a ordem de Comendador da Ordem do Infante D. Henrique.

Via

O fotógrafo que mais retratou os bairros de lata portugueses em França nos anos 60 e 70, nascido no Haiti há 89 anos (mas com nacionalidade francesa) Gérald Bloncourt,  recebeu a ordem de Comendador da Ordem do Infante D. Henrique.

Dia de Portugal de Camões e das Comunidades Portuguesas

Condecorados em Paris com o grau de Dama/Cavaleiro da Ordem da Liberdade

Margarida de Santos Sousa

Manuela Gonçalves

José Gonçalves

Natália Teixeira Syed

 

A Ordem da Liberdade, destina-se a distinguir serviços relevantes prestados em defesa dos valores da civilização, em prol da dignificação do homem e à causa da liberdade.

Vhils homenageia imigrantes portugueses no Luxemburgo

Via

CARMO CORREIA/LUSA

“Vhils é talvez um dos expoentes máximos mundiais na arte pública, e é para os portugueses naturalmente um orgulho ter aqui um português a fazer uma obra”, afirmou a ministra da Administração Interna.

O artista urbano Vhils, pseudónimo de Alexandre Farto, vai homenagear os imigrantes portugueses no Luxemburgo com um mural na capital luxemburguesa, uma iniciativa que faz justiça à comunidade no país, considerou a ministra da Administração Interna.

“A comunidade portuguesa no Luxemburgo é uma comunidade muito expressiva, bem integrada, que contribuiu muito para o desenvolvimento deste pequeno país europeu, e é de toda a justiça assinalar a sua importância”, disse à Lusa Constança Urbano de Sousa, que participou numa cerimónia para assinalar o 10 de Junho, no Instituto Camões no Grão-Ducado.

A ministra, que está esta sexta-feira no Luxemburgo para participar no Conselho de Assuntos Internos da União Europeia, considerou ainda que a escolha do artista de rua para realizar o monumento é um “orgulho para os portugueses” e uma “mais-valia” para o país.

“O Vhils é talvez um dos expoentes máximos mundiais na arte pública, e é para os portugueses naturalmente um orgulho ter aqui um português a fazer uma obra que leva a excelência da arte portuguesa ao mundo”, afirmou, frisando que “para o Luxemburgo será sempre uma mais-valia ter uma obra de arte pública de um português com a craveira” de Alexandre Farto.

O mural vai representar “o rosto de uma mulher ou de um homem”, em “homenagem a todos os portugueses que ao longo das últimas décadas foram chegando ao Luxemburgo e que aqui vivem”, disse à Lusa o embaixador de Portugal no Grão-Ducado, Carlos Pereira Marques.

O nome de Vhils, que já tem um mural no país, mas que não está à vista do público, no edifício de alta segurança Freeport, foi proposto pela Embaixada à autarquia, que aprovou o projeto.

“Neste momento está-se à procura do local ideal. O Vhils trabalha em paredes já existentes, e portanto os serviços competentes da autarquia da cidade do Luxemburgo estão neste momento a tentar encontrar o local mais adequado para esse efeito”, adiantou à Lusa o diplomata, à margem de uma cerimónia para assinalar o Dia de Portugal e das Comunidades Portuguesas junto ao busto de Camões, no exterior do Centro Cultural Português.

“Será mais um marco da nossa presença na sociedade luxemburguesa, e também estou muito contente com o facto de termos podido escolher um artista muito jovem, contemporâneo, com um trabalho arrojado mas reconhecido internacionalmente”, disse o embaixador, adiantando que o artista está “muito entusiasmado” com o projeto.

No Luxemburgo, Vhils, com 28 anos, já esculpiu um mural de 26 metros por 10 no interior do Freeport, a primeira zona franca na União Europeia para armazenar obras de arte e artigos de luxo livres de impostos.

Ao contrário de outros trabalhos do artista urbano, que atraiu a atenção do mundo a escavar paredes com retratos, o mural realizado para o Freeport em 2014 não pode ser visto pela generalidade do público, já que o acesso ao edifício de alta segurança é limitado.

No Luxemburgo vivem cerca de 100 mil portugueses, que representam 17 por cento da população.

Shirley King Homenageia B.B. King com Concerto em Sabrosa

ViaSabrosa_Shirley King_BB_King

No dia 28 de maio, o BB King Parque, na Vila de Sabrosa, é palco de uma homenagem ao Rei dos Blues, num concerto de entrada livre com Shirley King e com a participação especial de Rui Veloso. 

Um ano após a sua morte, a 14 de Maio de 2015, e seis anos após a sua última passagem por Portugal, o nome de BB King regressa a Sabrosa, desta vez numa homenagem levada a cabo pela filha do cantor. Shirley King actuará na companhia da banda portuguesa Budda Power Blues e terá como convidado especial Rui Veloso. 

Antes da actuação, em que promete vingar a sua veia blues, Shirley King vai proceder à inauguração da escultura de uma guitarra estilizada que remete para a forma da lendária Lucile. Para além deste momento e dos concertos, segue-se uma festa organizada pela M80, que contará com a presença de um DJ oficial.

Esta iniciativa da Câmara Municipal de Sabrosa pretende homenagear aquele que em maio de 2010 conseguiu juntar cerca de 24 mil pessoas e lotar Sabrosa. O evento uniu públicos de todas as idades e proveniências que não ficaram indiferentes à passagem do artista pelo Douro e não quiseram perder a oportunidade de ver esta “lenda viva”.

BB_KingNaquela que foi a abertura da sua última tour europeia, BB King subiu ao palco da antiga Quinta das Almeidas. Num concerto aberto ao público, o cantor aproveitou a ocasião para inaugurar o novo parque da vila, ao qual emprestou o seu nome. 

É no mesmo palco, o BB King Parque, que no próximo dia 28 de maio (sábado) pelas 22 horas se homenageia o Rei dos Blues. Um concerto de entrada livre que promete voltar a encher a região num fim-de-semana prolongado.

Ao mesmo tempo, este evento está integrado no Douro Vintage Music Fest 2016/2017. Uma iniciativa da Douro Generation Associação de Desenvolvimento.

O Douro Vintage Music Fest 2016/2017 é um festival itinerante e multicultural que inclui blues, jazz, músicas do mundo, música antiga, barroca e clássica.
Um festival que percorre os concelhos do Douro da Rede das Aldeias Vinhateiras que desenvolve e promove iniciativas no Douro atravessando todas as suas expressões culturais e sociais. Um festival que começa com o Douro Vintage Blues Fest.

shirley_king_BB_King

Shirley King e B.B. King

28 Maio 21h30
Concerto de Homenagem a BB KING com Shirley King
Local: Parque BB KING, Sabrosa

Starman: A Celebration of David Bowie – Live Stream from the Union Chapel, London

Quinzena do cinema português no Luxemburgo homenageia Manoel de Oliveira

Via

A Quinzena do Cinema Português no Luxemburgo arranca hoje com o filme “Os Maias”, de João Botelho, numa edição que vai homenagear o realizador Manoel de Oliveira, falecido em Abril deste ano.

“Vamos encerrar o festival com um dos filmes mais emblemáticos de Manoel de Oliveira, `Aniki Bobó`, que vai ser exibido com legendas em francês”, disse à Agência Lusa Joaquim Prazeres, responsável do Instituto Camões no Luxemburgo (IC), que organiza a `Quinzena` em colaboração com a Embaixada de Portugal no Luxemburgo.

(mais…)

Siza Vieira e José Cutileiro orgulhosos com Honoris Causa pela Universidade de Évora

Via

O arquitecto Álvaro Siza Vieira e o embaixador José Cutileiro receberam o doutoramento Honoris Causa pela Universidade de Évora, manifestando orgulho e satisfação pela distinção outorgada pela academia alentejana.

“É uma grande honra”, sobretudo por ser uma distinção atribuída pela “universidade da cidade onde trabalhei durante 25 anos”, congratulou-se à agência Lusa o arquitecto Álvaro Siza Vieira, aludindo ao seu projecto do Bairro da Malagueira, em Évora

(mais…)

Presidente da República condecora “grande figura da cultura” Simone de Oliveira

Via

O Presidente da República, Cavaco Silva, condecorou a “grande figura da cultura portuguesa” Simone de Oliveira, associando a República portuguesa ao “reconhecimento generalizado” que a população tem pela cantora e actriz.

O Presidente da República, Cavaco Silva, condecorou a “grande figura da cultura portuguesa” Simone de Oliveira, associando a República portuguesa ao “reconhecimento generalizado” que a população tem pela cantora e actriz.

“Hoje entendi que a República portuguesa se devia associar à homenagem que Portugal presta a Simone de Oliveira, seguindo, aliás, o reconhecimento generalizado por parte da população portuguesa e, por isso, em reconhecimento do seu contributo para o património cultural português decidi atribuir-lhe a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique e quero dizer que é com muita satisfação, com honra, que lhe irei impor a respectiva insígnia”, afirmou Aníbal Cavaco Silva.

O chefe de Estado distinguiu Simone de Oliveira numa cerimónia no Palácio de Belém, um dia depois de a artista completar 58 anos de carreira, assinalados num espectáculo no Teatro São Luiz, em Lisboa.

“Hoje, a República portuguesa presta homenagem a uma grande figura da cultura portuguesa que os portugueses têm admirado ao longo do tempo, nos palcos, no teatro, na televisão e no cinema. Cinquenta e oito anos, uma vida, uma vida dedicada ao espectáculo. Simone de Oliveira tem sido uma referência para vários artistas em Portugal”, afirmou Cavaco Silva.

O Presidente sublinhou que “pela sua voz, o grande público português contactou com grandes poetas: Ary dos Santos, David Mourão Ferreira, Camões, Pessoa e outros”.

“Quem não se lembra de sucessos como ‘Sol da Inverno’, ‘A desfolhada’, que ainda hoje são marcos na música ligeira portuguesa? Eu lembro-me bem”, disse.

O chefe de Estado destacou que Simone de Oliveira “enfrentou grandes desafios na sua vida profissional e também pessoal” e o “que sobressai é acima de tudo uma grande coragem, uma resistência, não baixar os braços, não desistir, determinação para enfrentar esses grandes desafios que viveu ao longo da sua vida”.

No agradecimento, Simone disse que se o pudesse fazer a cantar, fá-lo-ia.

“Mas como diria o poeta, as palavras estão gastas. É uma honra muito grande, agradeço muito a todos, ao país, aos poetas, aos músicos e a si, senhor Presidente, aquele abraço de respeito, de ternura”, afirmou Simone de Oliveira.

%d bloggers like this: