P.A.M. – Património, Artes e Museus

Início » homenagem » Moçambique Mia Couto recebeu o título Doutor “Honoris Causa”, pela Universidade Politécnica de Maputo

Moçambique Mia Couto recebeu o título Doutor “Honoris Causa”, pela Universidade Politécnica de Maputo


mia_couto_honoris_causa

Mia Couto recebeu o título de doutor “honoris causa” em humanidades na especialidade de literatura, uma distinção que exige do condecorado domínio dos géneros literários e reconhecimento internacional como um autor que exalta os valores moçambicanos, segundo os estatutos da Universidade A Politécnica.

Mia Couto destacou a importância social da literatura, considerando que o seu papel é o de manter vivo o sonho do povo, assegurando que a paz prevaleça em Moçambique. “A literatura deve assegurar que o país respire em paz e possa sonhar”, declarou, acrescentando que ” a guerra não permite que o povo sonhe”.

Com mais de 30 livros publicados, Mia Couto, 60 anos, é um dos escritores mais destacados da literatura em língua portuguesa, traduzido em várias línguas, incluindo alemão, francês, italiano e inglês. O escritor é formado em Biologia e foi jornalista em vários órgãos de informação, incluindo a Agência de Informação de Moçambique e a revista moçambicana Tempo.

Este ano, Mia Couto fez parte dos dez finalistas do Man Booker International Prize, um dos prémios mais importantes do mundo literário e que foi vencido por húngaro László Krasznahorkai. Em Junho, o escritor moçambicano recebeu das mãos do Presidente moçambicano a Medalha de Mérito de Artes e Letras, no quadro da atribuição de distinções a personalidades que se destacaram em várias áreas durante os 40 anos de independência do país, que se assinalaram a 25 de Junho.

Entre as várias obras publicadas de Mia Couto, destacam-se “Terra Sonâmbula”, “Se Obama Fosse Africano” e “O Último Voo do Flamingo”, esta última adaptada ao cinema. O autor já foi distinguido com o prémio Virgílio Ferreira em 1999, prémio da União Latina de Literaturas Românticas em 2007, Prémio Camões em 2013 e o prémio Naustad International Prize For Literature.

Discurso de Mia Couto

Anúncios

1 Comentário

  1. […] de Cinza”, o último romance de Mia Couto que é hoje lançado nas livrarias portuguesas, inicia uma nova trilogia do escritor moçambicano, […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: