P.A.M. – Património, Artes e Museus

Início » arte » Brasil – Mostra sobre João Turin é premiada pela Associação Brasileira de Críticos de Arte

Brasil – Mostra sobre João Turin é premiada pela Associação Brasileira de Críticos de Arte


Via

Mostra sobre João Turin é premiada pela Associação Brasileira de Críticos de Arte.Foto: Maringas Maciel/Divulgação MON

A exposição João Turin – Vida, Obra, Arte receberá nesta terça-feira (19) o prêmio Paulo Mendes de Almeida como “melhor exposição de 2014”. A premiação da Associação Brasileira de Críticos de Arte (ABCA) acontecerá no Teatro do Sesc Vila Mariana, em São Paulo.

A mostra, que ficou em cartaz no espaço Olho do Museu Oscar Niemeyer, de junho de 2014 até fevereiro deste ano, consagrou-se como uma das mais visitadas da história do museu, recebendo 266 mil pessoas.

O livro sobre o artista, de nome homônimo à exposição, também receberá o prêmio Sérgio Milliet, que elegeu o livro biográfico, assinado pelo crítico e curador da exposição, José Roberto Teixeira Leite, como a melhor obra publicada no segmento em 2014. A publicação saiu pelo selo da Editora Nossa Cultura.

A diretora-cultural do MON, Estela Sandrini, afirma que “o grande papel do museu é trazer o que é representativo na arte para um espaço digno de receber obras de artistas da importância de João Turin”. Além disso, analisa, visitação expressiva é resultado do interesse do público e da crítica.

Também contribuíram para o sucesso da mostra o preciosismo com os detalhes da exposição, como a sonorização ambiente e a iluminação cenográfica. Outros fatores foram a reprodução da fachada da Casa Paranista e da parte interna do ateliê onde Turin viveu até sua morte e, ainda a curadoria de Teixeira Leite.

Na mostra foram expostos 130 bronzes, a maioria inéditos – o artista morreu deixando dezenas de matrizes em gesso prontas, pois lhe faltavam recursos para fundi-las. Entre as peças, esculturas imponentes pelo seu tamanho, como a onça Luar do Sertão, e outras pela importância histórica, como o “Frade”, escultura escolhida pelo governo brasileiro para presentear o Papa Francisco em sua visita ao Brasil em 2013 e que hoje compõe o seleto acervo de obras do Museu do Vaticano.

Os resultados dos prêmios concedidos pela Associação Brasileira de Críticos de Arte (ABCA), que anualmente elege os melhores trabalhos realizados no ano anterior, foram divulgados em 29 de abril.

SOBRE JOÃOTURIN – O artista nasceu em Porto de Cima, município de Morretes, em 1878, um ano após a chegada de seus pais ao Brasil, vindos da Itália. Desde criança demonstrou interesse pelas artes e pela escultura. Já adulto, Turin recebeu do governo paranaense uma bolsa de aperfeiçoamento e, aos 27 anos, ingressou na “Académie Royale des Beaux Arts” de Bruxelas, na Bélgica.

Em sua temporada na Europa, Turin foi contemporâneo de Auguste Rodin, Picasso, Modigliani, Mondrian, Chagall, Matisse, Rilke, Jean Cocteau, Victor Brecheret, entre outros.

Retornando ao Brasil, o ‘bom gigante’, como era conhecido o artista pelos seus quase dois metros de altura, optou por instalar-se em Curitiba, onde permaneceu até a sua morte, em 1949.

AUTOR E CURADOR – José Roberto Teixeira Leite dedica sua vida à arte e mantém um rico currículo. Professor universitário de História da Arte no Brasil, lecionou em instituições de renome como a UFRJ, Universidade Gama Filho, Instituto de Artes do Rio de Janeiro e Universidade Estadual de Campinas. Pesquisador, fez crítica de arte em grandes veículos da imprensa como jornal O Globo, Folha de São Paulo, revistas Bravo! e Veja.

Curador de inúmeras exposições no Brasil e no exterior, autor colaborador de mais de 30 livros, diretor do Museu Nacional de Belas Artes (1961-1964), exerceu cargos na Associação Brasileira de Críticos de Arte por diversas vezes, foi membro do Conselho de Orientação da Pinacoteca do Estado de São Paulo de 1989 a 2010.

PRÊMIOS MON – Em 2005, a ABCA concedeu ao MON o prêmio de melhor exposição pela mostra “Sonhando de Olhos Abertos. Dadaísmo e o Surrealismo”, onde 274 obras do colecionador e marchand Arturo Schwarz foram trazidas para a capital paranaense, entre elas, trabalhos de Marcel Duchamp e Francisco Goya.

Em 2011, o museu recebeu dois troféus: o Prêmio Rodrigo de Mello Franco de Andrade, pela melhor programação, e o Prêmio Maria Eugenia Franco a Maria José Justino e Arthur Freitas, pela curadoria da mostra “O Estado da Arte – 40 Anos de Arte Contemporânea no Paraná – 1970-2010”, realizada em 2010. Em 2013, o curador Olívio Tavares de Araújo venceu como curador na exposição “Di Cavalcanti: Brasil e Modernismo”.

A ASSOCIAÇÃO – Criada em 1949, a ABCA é a mais antiga associação brasileira de profissionais das artes visuais. Sua fundação, no Rio de Janeiro, foi liderada pelos críticos Sérgio Milliet, seu primeiro presidente, Mário Barata, Antonio Bento e Mário Pedrosa, entre outros. Sua finalidade é reunir os críticos, incluindo os profissionais da crítica de arte, pesquisadores, historiadores, teóricos, ensaístas, jornalistas, jornalistas culturais e professores de história da arte e de estética, brasileiros ou domiciliados no Brasil

Anúncios

1 Comentário

  1. […] com a qual criou o escultor brasileiro João Turin (1878-1949). A exposição foi vencedora do prémio Paulo Mendes de Almeida, concedido pela Associação Brasileira dos Críticas de Arte, na categoria ‘Melhor Exposição […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: